Financiamento

Em muitos casos, os compradores do exterior optam por comprar imóveis nos EUA usando suas economias. Mas, se for preciso, há bancos e outras instituições financeiras nos EUA que emprestam dinheiro para compradores internacionais. As condições dos empréstimos oferecidos aos compradores norte-americanos tendem a ser diferentes daqueles oferecidos aos cidadãos não-americanos principalmente por causa do entendimento de que o risco de um empréstimo é maior quando o beneficiário está a milhares de quilômetros de distância e não tem ainda um histórico de relações com bancos nos EUA. As instituições que emprestam dinheiro compensam esse risco de diferentes formas, tais como a diminuição do valor a ser emprestado em relação à garantia dada (chamada de Loan-To-Value, ou LTV), o aumento dos juros cobrados ou a exigência de uma caução em dinheiro que seja suficiente para cobrir determinado número de parcelas do pagamento do empréstimo.

Em condições normais de mercado, o LTV vai de 50% a 70%, os juros vão de 4% a 7%, e a caução exigida vai de 3 a 12 parcelas do pagamento do empréstimo. É claro que esses números variam de acordo com o banco e com as mudanças no mercado. A melhor maneira de descobrir quais as condições adequadas para o seu financiamento é conversar com um especialista em empréstimos, para que ele pré-aprove o seu crédito.

A pré- aprovação não garante a obtenção do empréstimo, mas mostra a quantia e as condições que você pode obter. Por isso, ela é muito usada por compradores para convencer vendedores de que eles merecem crédito. Na verdade, há mercados em que os vendedores sempre vão pedir a pré-aprovação do crédito do comprador antes de assinar um contrato com ele. Na maior parte dos casos, se um comprador realmente não conseguir o empréstimo, mas tiver feito todo o esforço possível para obtê-lo e seguido todas as outras estipulações do contrato, ele é liberado do contrato sem precisar pagar multa.


investusa360 Guía de compra