Casas de férias e imobiliário

Quer investir no mercado imobiliário em Orlando? A hora é agora!

By:

Tradicionalmente o investimento em imóveis é algo de baixo risco e alto retorno, sendo uma alternativa muito recomendada por especialistas em rendimento e capitais, posto que o retorno desse tipo de aporte é muito mais atrativos que outras aplicações conservadoras, como a poupança. Porém a dúvida mais comum que surge em torno deste tema é: qual o momento ideal para adquirir esses bens?

A Resposta é rápida: agora.

De acordo com a Associação Imobiliária Regional de Orlando (sigla ORRA, em inglês), o preço médio das moradias saltou mais de 10% em abril deste ano, comparado a abril de 2017 e as vendas em 8%. A média geral de preço das habitações em Orlando em abril de 2018 foi de US$237 mil, um expressivo aumento de 3% comparados aos US$230 mil do mês anterior.

Essa valorização demonstra um grande interesse na área e indica uma tendência do mercado de continuar a subir os preços dos imóveis, uma boa notícia para quem já investiu e uma ótima sugestão para quem estava pesando a decisão e aguardava o sinal verde.  

O indicativo dessa tendência é observado nos 82 últimos meses, que registraram um aumento contínuo e sólido dos preços de imóveis. Para se ter uma base de comparação, o preço médio de abril de 2018 foi 105,19% superior ao de julho de 2011, um salto considerável para o mercado que vinha sendo conservador.

Casa, apartamento ou condomínio?

Outra questão que paira sobre os interesses em compras de imóveis é o tipo de empreendimento mais valorizado. Segundo dados da ORRA, as vendas de casas unifamiliares em abril de 2018 aumentaram 9,1% em comparação com abril de 2017, enquanto a venda de condomínios diminuiu de 6,3%, o que sinaliza uma preferência por casas e sobrados únicos em detrimento a moradias coletivas .   

Há também alternativas aos imóveis residenciais, como os terrenos e os empreendimentos comerciais, que também demonstram ser bons investimentos em médio e longo prazo, principalmente se for considerado o contrato de aluguel a um tempo pré-determinado maior.

A região de investimento também deve ser considerada. Entre as quatro principais regiões de Orlando, em três é possível notar o aumento de vendas no segmento imobilário e em apenas uma foi observado uma sensível queda. Osceola teve o maior crescimento, de quase 9% e Lake teve um pequeno decréscimo de menos de 2% em relação ao ano anterior:

- Lake: 1,8% abaixo de abril de 2017

- Orange: 8,2% acima de abril de 2017

- Osceola: 8,9% acima de abril de 2017

- Seminole: 3,6% acima de abril de 2017

Os preços de imóveis em Orlando haviam experimentado uma queda no começo deste ano, porém tiveram uma rápida e expressiva retomada nos dois últimos meses, reforçando a intenção do segmento em ascender os números de unidades vendidas e preços médios.

Dentre todos os estados da união, a Flórida é um dos que mais demonstram crescimento, um outro ponto que sinaliza o momento propício para investir, ficando apenas atrás da Califórnia e do Texas. O estado contribuiu com US$ 189,4 bilhões para a economia americana em 2017, a terceira maior parte de qualquer estado, de acordo com um estudo anual de impacto econômico.

O índice de confiança no setor da construção civil também sinaliza otimismo para futuros investidores: a Associação Nacional dos Construtores relatou  um aumento de cinco pontos, chegando ao patamar 74 em dezembro de 2017, o nível mais alto reportado desde julho de 1999.

Caso pondere que fazer a seleção do imóvel a ser investido pode ser uma tarefa arriscada a ser feita só, uma solução cômoda e segura, quando bem avaliada, são os fundos imobiliários, formados por um conjunto de investidores que desejam aplicar recursos nesse tipo de empreendimento. Para isso, é importante levar em consideração aspectos como as cotas, valor de corretagem, taxas administrativas e impostos.

O fundo imobiliário pode ser de grande valia ao analisar a liquidez dos investimentos, verificando qual é o que pode trazer mais retorno, qual tem menor risco, demanda e valorização. Um bom planejamento é crucial para que esse tipo de aporte seja feito, para isso, devem ser considerados fatores como perfil de moradores, além da observação de demanda por região. Para isso, vale a pena averiguar mais a fundo quais são os potenciais inquilinos antes de assinar a compra do empreendimento.

Depois de fazer a opção pelo mercado imobiliário, o próximo passo é verificação de taxas, tributos e alíquotas para cada tipo. Para ajudar nessa etapa, confira o guia tributário para invetimento em imóveis.

Interessado em investir?
Clique aqui e torne seu sonho realidade!

Clique aqui
Tags:

imóveis, morar nos EUA, investimento, morar na Disney, casa de férias, casa na disney