Casas de férias e imobiliário

Procura por imóveis nos EUA disparou nos últimos anos

By:

Está cada vez mais comum os brasileiros investirem em imóveis nos Estados Unidos.

Segundo dados do Banco Central, a compra de imóveis no exterior aumentou 201% entre 2007 e 2015 e os Estados Unidos é o país preferido, com 39,8% das transações e US$ 5.559 milhões de investimentos.

De acordo com assessores imobiliários, os imóveis são comprados de acordo com perfil do dono, sendo que os apartamentos de 100m², com valor estimado de US 500 mil, são os mais procurados por quem tem interesse em lazer. Já os de 300m², com valor estimado de US 2 milhões, são para os proprietários interessados em vender o imóvel; e apartamentos de 60 m², por US$200 mil, são os escolhidos pelos estudantes.

Já as cidades de Miami e Orlando, ambos no Estado da Flórida, são os destinos mais demandados pelos brasileiros.

A grande vantagem de se investir em um imóvel nos EUA são as leis que são respeitadas e os valores são transparentes.

Uma dica, caso uma pessoa queira adquirir um imóvel deve, se possível, viajar algumas vezes para a cidade onde pretende comprar o apartamento ou casa. Além disso, sondar com vizinhos sobre a qualidade de vida e os custos para manter um bem na região pretendida.

Com a assessoria correta, o investidor brasileiro não corre riscos, como: problemas de construção, pois existem imóveis fechados há algum tempo q que necessitam de uma reforma; condomínio e IPTU, já que, nos Estados Unidos, se o imóvel ficar seis meses vazio, o banco deixa de pagar condomínio e imposto predial, o nosso IPTU. O valor da dívida fica para o novo comprador, que só descobre isso após a compra, já que o valor pago ao banco é apenas da casa; Outro problema é a tributação. Os estrangeiros têm de pagar um imposto de 48% na transmissão de bens por herança. Isso pode ser evitado se o comprador abrir uma empresa, que passa a ser dona do imóvel; seguros e manutenção, a legislação americana é muito mais abrangente que a brasileira e a possibilidade de problemas com ações judiciais é muito grande.

Hoje, a função do consultor não é apresentar os imóveis que estão à venda, mas sim educar o cliente em questões tributárias, jurídicas, financiamento, o modo como entrar nos EUA para não ter problemas e resolver todas as questões que a família possa ter, para depois, eventualmente, vender o imóvel. Atualmente, o apartamento ou casa, para um bom assessor, virou algo secundário.

Interessado em investir?
Clique aqui e torne seu sonho realidade!

Clique aqui
Tags:

investir, investir nos EUA, morar nos EUA, casa de férias, casa na disney, orlando, miami, florida