Estilo de vida

Planos de saúde nos EUA: entenda como funciona

By:

Muitos brasileiros quando resolvem deixar o Brasil e se mudar definitivamente para os EUA, não fazem muita ideia sobre como é o funcionamento do sistema de saúde no exterior. 
 
Chegou a hora de explicar como funcionam os planos de saúde nos EUA e a sopa de letrinhas que confundem quem está chegando e tem que fazer essa escolha tão importante. 
 
Atenção: essa explicação é pra quem mora nos EUA e vai usar um plano de saúde contratado por lá, diferente dos planos de saúde para viagem.
Em primeiro lugar, tenha em mente que se você tem a possibilidade de ter um plano de saúde oferecido pela empresa onde trabalha, não terá todas as opções de planos que mostraremos logo a seguir, pois o empregador pré-seleciona planos com uma ou mais empresas de seguro saúde e você opta entre um dos planos que eles contrataram. Tem empresa que oferece variações de um plano do mesmo tipo, mudando apenas valores de cobertura, enquanto outras empresas oferecem vários tipos de planos e coberturas, alguns até de seguradoras diferentes.
 
Caso as opções  oferecidas pelo empregador não lhe agradem, você pode optar por comprar um plano diretamente do healthcare.gov, que é um “mercado independente” de planos criado como parte do Obamacare (o conjunto de leis que fizeram algumas mudanças na saúde, do ex-presidente Obama). 
 
Saiba sobre as categorias  do healthcare.gov:
 
Existem 4 categorias : bronze, prata, ouro e platina. Essas categorias indicam como você e o seu seguro dividem os custos.
Através do portal haverá diversas opções de planos conforme o perfil da pessoa. 
 
O principal a pensar é no custo total para o seu bolso: Premium (que você paga mesmo sem usar o seguro), mais Out-of-Pocket Maximum (que inclui o Deductible), sendo que estes últimos só ocorrem se você chegar a ter tratamento médico e usar o seguro. Portanto, quando estiver escolhendo o seu plano, é importante pensar nos dois tipos de custo somados.
 
Você também deve se atentar para o tipo de plano e rede de conveniados que irá contratar. Eles têm diferentes siglas e alguns permitem que você use qualquer médico ou hospital, enquanto outros limitam as suas escolhas ou cobram adicionais por utilizar profissionais fora da rede de conveniados. 
 
Tipos de planos:
 
- HMO (Health Maintenance Organization) - É o plano mais básico, você vai ter um médico de família, clínico geral, (primary care physician, PCP), que é o médico para quem você sempre vai ligar primeiro. Esse médico é quem fará a primeira consulta e te encaminhará para especialistas, caso ache necessário. A única exceção a essa regra são para as mulheres que podem escolher um OBGYN (ginecologista-obstetra) sem ter que passar pelo PCP primeiro. A rede do plano HMO é mais restrita e o plano não costuma cobrir atendimento fora da rede. Alguns HMOs têm também limite de consultas, exames ou tratamentos. 
 
- PPO (Preferred Provider Organization) - Um plano de PPO oferece uma rede de prestadores de serviços de saúde e você é livre para escolher médicos, especialistas e hospitais de dentro ou fora da rede, sem necessidade de encaminhamento, mesmo se estiver viajando para outro estado que não o seu. Tenha em mente, contudo, que suas despesas médicas de desembolso são mais baixas quando você escolhe um prestador de serviço de dentro da rede.
 
- POS (Point of Service) - Um tipo de plano em que você paga menos se você usar médicos, hospitais e outros prestadores de serviços de saúde que pertencem à rede do plano. Planos POS também exigem que você obtenha um encaminhamento do seu médico primário (PCP) para poder ver um especialista.
 
- EPO (Exclusive Provider Organization) - Um plano de assistência gerenciada onde os serviços estão cobertos apenas se você usar os serviços de médicos, especialistas ou hospitais que façam parte da rede do plano (exceto em caso de emergência).
 
E o que fazer em uma situação de emergência ? A dica é, antes de sair para um pronto-socorro , conhecido como E.R, avalie a situação, pois os hospitais têm custos altíssimos.
Você tem duas opções em uma emergência e com um custo mais baixo: o chamado “Urgent Care Center “, que são clínicas de raio x,  exames laboratoriais etc. E os “Retail health clinic” e “walk-in doctor’s office”, que são clínicas básicas que tratam problemas, como: alergia, coceiras, irritações entre outros. Neste caso, você pode ir diretamente sem o aval do seu médico.
 
Estude bem caso a caso e faça a melhor escolha que se adeque  a sua família.

Quer saber se você se qualifica para imigração?
Deixe um de nossos especialistas ajudá-lo.

Clique aqui
Tags:

plano de saúde, morar nos EUA