expo, Imigração

De mudança com meu filho para os EUA. E agora?

By:

Já pensou em sair um dia do Brasil e ir morar bem longe, em um outro país? Você iria ver muitas coisas novas e, dependendo do lugar, teria que aprender o idioma. No começo, poderia ter algumas dificuldades com as palavras, mas logo se acostumaria. Existe um período de adaptação, de aprendizado, e que também é muito divertido! 

Mas como fazer isso com filhos? É preciso se preparar e tornar a mudança tranquila para os pequenos. Para fazer uma mudança complexa na vida de uma criança é preciso planejamento e muita preparação dos pais. 

Antes de mais nada, os pais devem fazer seus filhos participarem de todo o processo de mudança.

É importante que os filhos façam pesquisas na internet sobre o lugar onde vão morar, os costumes, a cultura, as tradições. Quando os filhos participam desse movimento, podem iniciar a ideia de familiaridade com o novo país.

Sem dúvida, mostrando os pontos positivos da mudança, em nível de cultura, de conhecimento de novos amigos, de lugares que poderão conhecer, torna-se algo bom e curioso para a criança.

Porém, morar no exterior, para a maioria das pessoas, na prática, implica viver uma série de grandes mudanças em meio a muitos questionamentos sobre o lugar de onde viemos, nossos costumes e cultura em comparação com a nova realidade que iremos enfrentar.

É importante os pais serem sempre honestos com seus filhos falando sobre as dificuldades que terão no caminho. Afinal, não é possível, esconder que toda mudança gera ansiedade, medo e angústia e que isso faz parte. Dizer que os pais também estão nervosos e ansiosos com a mudança, mas que, se toda a família estiver imbuída do espírito de mudança e unidas, saberão enfrentar as dificuldades juntas.

Uma das preocupações dos pais na hora da mudança com seus filhos, é a questão da adaptação escolar. O período de adaptação é diferente para cada um. Uns demoram mais, outros são capazes de enfrentar com tranquilidade. O ponto mais estressante para os filhos, é a perda dos amigos da escola anterior. Eles certamente irão dizer que não têm mais amigos, ou até mesmo que tiveram que deixá-los. Atenção: isso é normal!

 Levando em consideração a faixa etária dos filhos e sua espontaneidade, os pais devem realizar o “desapego” dos amigos, pedindo que eles anotem endereços para que não percam a comunicação, sugerindo que conversem por meio das inúmeras possibilidades que a tecnologia atual proporciona.

Vale ressaltar que no período de adaptação da nova escola, os pais devem se fazer presentes, perguntando sobre a escola, os colegas, promover encontros com os colegas novos, conversar com os outros pais para iniciar o processo de adaptação.

Quer saber se você se qualifica para imigração?
Deixe um de nossos especialistas ajudá-lo.

Clique aqui
Tags:

viver nos EUA, crianças, família, visto, imigração, escola, universidade, estudos, intercâmbio